27 de abr de 2010

délibáb ou discos voadores?


Vocês devem ter visto o último CD lançado pelo compositor Vítor Ramil. Se chama délibáb - escrito assim mesmo, tudo em letras minúculas.

A palavra é estranha - húngara - e designa um fenômeno dos mais interessantes - até mesmo (ou especialmente) para os ufólogos e ufologistas. Ramil explica em um trecho do seu livro (ele também é escritor, além de músico), o romance Satolep:

“‘Chamam a este fenômeno de délibáb’, expliquei. ‘Esta locomotiva e este vagão que vocês veem, tão nítidos, a correr neste horizonte desértico, não estão aqui onde parecem estar, mas a pelo menos uns cem quilômetros de distância. Acontece em dias de muito calor. Essa imagem atravessou regiões de atmosferas de densidades diferentes e projetou-se assim, clara, plana e não invertida, diante dos meus olhos. Nenhum som a acompanhava. Só depois de muito procurar é que me convenci de que realmente não havia trilhos no lugar.’”

Ramil diz que encontrou esta palavra de sonoridade e escrita exóticas (para nós que não somos húngaros!) no terceiro volume da coleção Nosso Universo Maravailhoso, de Ernesto Sábato, escritor argentino (deve ser uma coleção supimpa!).

Afora todo o sentido poético, de miragem, de projeção, do estranho e do deslumbrante, vejam o que a atmosfera, em determinadas circunstâncias, pode nos "aprontar". Quantas "visões" podem paracer algo "de outro mundo", mas, em verdade, são daqui mesmo, desse nosso planeta - e de nossos pobres, limitados sentidos!!

Os avistamentos dito ufológicos, ou seja, de objetos voadores não-identificados (ovnis), às vezes podem ser "falsificações" naturais, fruto de condições atmosférias - pressão, temperatura, umidade, composição de gazes, luminosidade, entre outras interferências/circunstâncias naturais, produzindo fenômenos visuais (imagens) extraordinários.

Então, mais um alerta, amigos/as: mais cético que o São Tomé, nem em nossos olhos podemos confiar plenamente!

Abraços!

***Link pra uma canção do CD, onde aparce a capa do délibáb:

http://www.youtube.com/watch?v=tbaIlqOvtSU&feature=player_embedded

3 comentários:

La Tribu disse...

Que tu acha desse comentário desse cientista (acho que francês...) que saiu essa semana? Ele disse que se pode afirmar com certeza que existe vida inteligente em outros planetas mas nós devemos manter a máxima distância de um possível contato, porque sao seres egoístas e predadores.
Falando de tudo um pouco como conversaçao de louco, tu viu a história da família uruguaia que nao vacina os filhos? É impressionante, publiquei lá no meu blog uma carta pra eles. Lá tá o link também. Dá uma olhada.http://latribualimentacionsaludable.blogspot.com/ Beijao!

La Tribu disse...

Acabei de ler no blog do NEUS a notícia, foi o Stephen Hawking que fez aquela afirmaçao. Continuo achando suspeita....

Iuri J. Azeredo disse...

Obrigado pelo teu comentário, amiga! Ainda não li a matéria sobre Hawking. Num primeiro olhar, parece algo estapafúrdio; aquelas coisas para assustar as pessoas - que, aliás, é um dos "filões" da ufologia, território propício para inúmeras especulações mais ou menos tolas (algumas francamente cretinas) e contiuidades das clássica "histórias de terror".

Sobre a vacinação, parabéns pela luta de vocês! Confesso que tenho deixado isso meio de lado em minhas preocupações prioritária,embora mantenha em mente as "restrições antroposóficas" e as torpes jogadas da indústria farmacêutica.

Abraços a todos aí!!!!!