30 de out de 2012

Turismo e aventura no quintal

Que beleza, Sandolitos, trilheiro motociclista!

Como tenho dito, continuo fazendo minhas "trilhas domésticas". No sábado retrasado, por exemplo - um dia com chuvisqueiro, mas estios providenciais -, estivemos em Santa Maria e Cachoeira. Santa Maria, conheci, enfim, a famosa Vila Belga, fundada pela companhia ferroviária de origem belga. É ali bem perto do centro da cidade, com casas e ruas que preservam traço arquitetônicos do começo do século XX. Também fui num outro lugar de lá: o Planetário da UFSM, onde existe até uma reprodução de um megalito (ou megálito) Inca usado para as "medições" astronômica na América pré-Colombo.

Mas trilha, mesmo, fizemos no Zoo-Jardim Botânico/Museu Municipal de Cachoeira do Sul, no final de uma ruela quase escondida. Pequeno, mas me surpreendeu - duas enormes onças, além de corujas, carcaras, quatis, cascavéis, jararacas, caranguejeiras etc. Em pleno centro, meio escondido, no final de uma ruela atrás da praça da Câmara de Vereadores...

Mas o mais sensacional: o Parque Witeck, que fica na área do município de Novos Cabrais, mas na entrada da estrada (RS 153) que leva até a cidade de Cachoeira.

Bacaníssimo. Uma trilha com árvores do mundo todo, lagos, casas rústicas - uma área recuperada há 50 anos por um médico do exército que foi morar em Cachoeira a partir de 1962. É propriedade particular, mas aberta para visitação pública. Quero voltar lá, porque fui mais para dar uma primeira olhada. Só conhecia por "ouvir falar".

Fica pra quem não conhece a dica e o link para a visita a este parque:

http://www.parquewiteck.com.br

É assim que aproveitamos momentos prosaicos, como de um pequena viagem para outros fins - fazer uma prova no curso de especialização da Nenê, no caso - para conhecer (ou "re"conhcer) lugares e situações novas, numa espécie de aventura doméstica - incluindo cafés de máquina em lanchonetes de postos de gasolina...

Nenhum comentário: